Um milhão de brasileiros vive com o vírus HIV; novas infecções cresceram 198% nos últimos 10 anos

Rodrigo Hilario
Rodrigo Hilario

O Brasil ultrapassou a marca de um milhão de pessoas vivendo com o HIV, informou o Ministério da Saúde. No mundo, o programa para aids das Nações Unidas (Unaids) estima um total de 38,4 milhões de indivíduos infectados pelo vírus.

O cenário no Brasil, porém, acompanha um ritmo crescente de novas infecções registradas a cada ano durante a última década. De acordo com a edição mais recente do Boletim Epidemiológico de HIV/Aids, entre 2011 e 2021 o número de diagnósticos saltou 198%, passando de 13,7 mil para 40,9 mil. Já em 2022, até junho, foram 16,7 mil registros.

Embora, no geral, os casos de aids estejam em queda – os óbitos associados à síndrome também passaram por uma queda na última década, de 12,1 mil para 11,2 –, o crescimento de novas infecções e a falta de adesão ao tratamento acende um alerta principalmente entre os mais jovens. O boletim do Ministério da Saúde destaca que, no período dos últimos 10 anos, o único grupo que viveu um aumento nas notificações da síndrome foram os homens de 14 a 29 anos.

Leia matéria completa AQUI