Não foi só em Corinthians x São Paulo: casos de LGBTfobia cresceram 76% no futebol brasileiro

Rodrigo Hilario
Rodrigo Hilario

Os casos de homofobia no futebol, como o acontecido em Corinthians x São Paulo, no último domingo (14), expõem uma mazela no Brasil que tem crescido nos últimos anos. O estudo feito pelo Coletivo de Torcidas Canarinhos LGBTQ+, com apoio da CBF, mostrou que houve a alta de 76% de episódios ocorridos nos estádios, nas redes e na mídia em 2022.

O Anuário do Observatório do Coletivo registrou 74 casos de homofobia em 2022 envolvendo agentes ligados ao futebol brasileiro (dentro e fora de campo). Os números comprovam o aumento em relação a 2021, quando ocorreram 42, enquanto em 2020, ano do início da pandemia da COVID-19, o número foi de 20. 

Leia mais AQUI