Varíola dos macacos é grave ou mesmo fatal para pessoas com HIV em fase avançada

Rodrigo Hilario
Rodrigo Hilario

Em pessoas com HIV em estágio avançado, o vírus mpox, antes conhecido como o vírus da varíola dos macacos, frequentemente provoca adoecimento grave, com índice de mortalidade de cerca de 15%, informaram pesquisadores na terça-feira (21).

A gravidade da infecção justifica a inclusão do mpox entre as condições oportunistas especialmente perigosas para pessoas com HIV avançado, disseram os pesquisadores na Conferência sobre Retrovírus e Infecções Oportunistas, em Seattle (EUA).

O surto de mpox começou em maio passado. Embora o número de casos tenha caído na maioria das regiões, a doença já atingiu cerca de 86 mil pessoas em 110 países e fez 92 mortos. Múltiplos estudos estimam que de 40% a 50% das pessoas infectadas eram soropositivas.

A natureza da doença também revelou diferença nítida nos pacientes com sistema imunológico enfraquecido. A maioria das pessoas infectadas com mpox apresenta lesões apenas no local de exposição, mas os pacientes com HIV avançado desenvolveram lesões ulceradas grandes espalhadas por todo o corpo.

Leia mais AQUI