Vacinação contra HPV, principal causador de câncer de útero, passa a ser em dose única

Guilherme
Guilherme

Ação foi anunciada pela ministra Nísia Trindade no X; aplicação em duas doses, como era feito até então, reduz a adesão, dizem especialistas

Fonte: Folha de SP

A vacinação contra o HPV (vírus do papiloma humano), principal causador de câncer de colo de útero, além de outros tipos, passa a ser em dose única. A ação foi anunciada pela ministra da Saúde, Nísia Trindade, em sua conta no X (ex-Twitter) na noite desta segunda-feira (1º).

No vídeo, Trindade afirma que, “a partir de agora, o imunizante será aplicado em dose única”. “Além de meninas e meninos de 9 a 14 anos e outros grupos específicos definidos pelo Programa Nacional de Imunizações [PNI], também orientamos aos estados e municípios que façam uma busca ativa dos jovens de até 19 anos que não receberam nenhuma dose de vacina contra o HPV para que possam atualizar sua vacinação.”

No Brasil, a vacina é ofertada para meninas e meninos de 9 a 14 anos, além de pessoas vivendo com HIV e vítimas de abuso sexual. Atualmente, o esquema vacinal é aplicado em duas doses com intervalo de seis meses.

Clica AQUI e assista o vídeo.