UOL: HIV em crianças tende a desaparecer, mas não faltam desafios

Rodrigo Hilario
Rodrigo Hilario

O número de crianças menores de 13 anos infectadas por HIV diminuiu 47,2% em dez anos, de acordo com o Boletim Epidemiológico HIV/Aids, de 2020, do Ministério da Saúde, mostra matéria do UOL. Embora o panorama seja positivo, o objetivo é reduzir as estatísticas até zerá-las. Há vários desafios no caminho e, assim como em um jogo de videogame, a abordagem durante a infecção por HIV nesta faixa etária muda de fase conforme o paciente cresce. Questões como diagnóstico, carga viral, formulações medicamentosas específicas, adesão ao tratamento e sexualidade precisam ser trabalhadas rapidamente. Leia a matéria completa aqui.