Coletivo lança guia LGBTQIAP+ com orientações de como vítimas de preconceito devem proceder durante a Copa no Catar

Rodrigo Hilario
Rodrigo Hilario

O Coletivo de Torcidas Canarinhos LGBTQ+ divulgará ainda nesta quarta-feira o guia com orientações sobre como o torcedor deve proceder em caso de ser vítima ou presenciar atos de discriminações LGBTfóbicas na Copa do Mundo do Catar.

O documento esclarece que “a equipe de Direitos Humanos e Antidiscriminação (HRAD) da FIFA, com a ajuda de um assessor especialista independente, investigará inicialmente sua denúncia. A pessoa responsável pelo seu relatório terá como objetivo confirmar o recebimento do relatório por meio de uma caixa postal segura ou e-mail dentro de 24 horas e apresentar as etapas que a FIFA planeja tomar dentro de 72 horas, para casos urgentes, ou 5 dias úteis, para os menos urgentes”.

Leia mais aqui.