Pesquisar
Close this search box.

Estudo Mosaico: Descontinuidade deve ser estímulo à prevenção e novos tratamentos para o HIV, informa Unaids

Picture of Rodrigo Hilario
Rodrigo Hilario

O fim dos testes do Estudo Mosaico, que avaliava o uso de uma vacina para prevenir a infecção pelo HIV, deve levar a um esforço contínuo de inovação, bem como à urgência de garantir que as opções comprovadas de prevenção e tratamento do HIV cheguem a todas as pessoas que precisam.

O progresso para responder à pandemia do HIV é possível se as opções existentes de prevenção e tratamento forem disponibilizadas por meio do compartilhamento de tecnologias, expansão da oferta e eliminação das barreiras de acesso. O desenvolvimento e o compartilhamento de opções de prevenção e tratamento de ação prolongada também são importantes para expandir as opções.

O estudo, que começou em 2019, por meio de uma parceria público-privada, incluía o Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos, Janssen Vaccines & Prevention B.V., a Rede de Ensaios de Vacinas contra o HIV e o Comando de Pesquisa e Desenvolvimento Médico do Exército dos Estados Unidos.

Leia mais aqui