Pesquisar
Close this search box.

“Deus já deve estar de saco cheio”

Picture of Rodrigo Hilario
Rodrigo Hilario

Há quatro anos, a homotransfobia passou a ser crime no Brasil depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) equiparou ao crime de racismo e considerou essa aversão odiosa à comunidade LGBTQIAPN+ um crime com até 3 anos de xadrez, inafiançável e imprescritível.

Segundo dados do Dossiê de mortes e violência LGBTI+, só no ano passado, 273 pessoas morreram no país por fazerem parte da comunidade. Em sua maioria, mulheres trans e travestis. Números que são muito maiores já que sabemos que a subnotificação, o medo e a insegurança não deixam que saibamos ao certo quantos mais estão sendo violentados, espancados e assassinados por conta da sua orientação sexual e/ou identidade de gênero.

Saiba mais AQUI