Carreira de pessoas LGBTQIA+ ainda é marcada por discriminação e limitação de oportunidades

Guilherme
Guilherme

Estudo apresentado pelo Pacto Global mostra ciclo vicioso mantido por meio de barreiras sociais, políticas e econômicas

A trajetória de pessoas LGBTQIA+ no mercado de trabalho pode ser analisada em três fases distintas: o processo seletivo, o convívio na carreira e os caminhos alternativos, todos eles marcados por discriminação, vulnerabilidade e limitação de oportunidades.

Esse ciclo vicioso é mantido por meio de barreiras sociais, políticas e econômicas —visíveis e invisíveis—, de acordo com o Censo de Inclusão Produtiva LGBTQIAPN+.

A primeira fase do estudo foi apresentada pelo Pacto Global da ONU Rede Brasil nesta quinta-feira (14), durante programação paralela à 68ª Sessão da CSW (Comissão sobre a Situação das Mulheres), em Nova York.

Saiba mais AQUI